FUTURO PROTEGIDO - ALMS

Grupo indica substituto de Liandra na relatoria da CPI da Covid

Por Dourados News - Adriano Moretto em 07/04/2021 às 13:53:45
Crédito: Arquivo/CMD

Crédito: Arquivo/CMD

O vereador Sérgio Nogueira (PSDB) foi indicado para substituir Liandra Brambila (PTB) na relatoria da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que vai apurar a utilização de verbas federais recebidas pelo município de Dourados para o combate da pandemia do coronavírus, no ano passado.

A troca foi oficializada na manhã desta quarta-feira (7/4), horas após a parlamentar anunciar a desistência.

Sérgio foi indicado pelo bloco Força Legislativa e recebeu o aval dos integrantes Olavo Sul (MDB), Rogério Yuri (PSDB), Marcão da Sepriva (Solidariedade), Cemar Arnal (Solidariedade), Jânio Miguel (PTB), além de Liandra.

Desistência

A renúncia de Liandra Brambilla foi anunciada em nota oficial encaminhada à imprensa no final da noite de ontem, pouco mais de um dia depois de ser indicada pelo grupo para ser relatora do Comissão, na tarde de segunda-feira (5/4).

Como justificativa para a desistência, ela alegou ter tomado a decisão após conversar com a família.

"Venho a público comunicar a minha desistência da função de relatora da "CPI da Covid-19", instaurada pela Câmara de Vereadores Dourados, primeiro por ouvir minha família, e prezar pela transparência dos atos públicos, e entendendo que a minha decisão fortalecerá o Legislativo que integro e respeito", diz trecho do texto.

CPI

A CPI que vai apurar o dinheiro repassado pela União ao município contra a pandemia, no ano passado, foi proposta pelo vereador Fábio Luis (Republicanos) e recebeu a assinatura de todos os parlamentares. Ele também vai presidir a Comissão, enquanto Diogo Castilho (DEM) será membro.

De acordo com o republicano, a apuração se deve pelo portal da transparência do governo federal detalhar repasse de R$ 54.917.900,71 para o enfrentamento da Covid.

Também foi mencionado no pedido de abertura da CPI, a necessidade de "esclarecer inconsistências no portal da transparência do município" na aba específica sobre a Covid-19, por apresentar receita total de R$ 42.363.568,36 e despesas de R$ 11.826.375,40, somados a R$ 750.520,00 do Fundo Municipal de Assistência Social e R$ 9.195.967,80 do Fundo Municipal de Saúde.

Entre outras questões a serem esclarecidas pela CPI, são citadas dispensas de licitação para compra de cestas básicas (R$ 711.720,00) e kit de alimentação escolar (R$ 1.400.551,90).

Comunicar erro
DENGUE - TOPO

Comentários

Teste 728x90