ALMS - Respeito a vida

Mais de 66% dos novos infectados em Nova York estavam isolados em casa

Por ISTO É em 11/07/2020 às 10:18:25

Homem usa máscara em frente a uma mercearia em Nova York, 16 de abril de 2020 - (Crédito: AFP)

Um dado apresentado pelo governador de Nova York, Andrew Cuomo, vai na contramão do que dizem os especialistas e das práticas adotadas pelos governos em todo o mundo. No epicentro do coronavírus nos Estados Unidos – o país mais infectado e com mortos pela covid-19 – cerca de 66% das pessoas que foram infectadas pela doença, nos últimos dias, estavam dentro de suas casas.

Os dados preliminares foram apresentados pelo governador nesta quarta-feira (6) e envolviam cerca de mil pacientes em 100 hospitais de Nova York. "É chocante para nós", disse Cuomo. "Isso é uma surpresa. Esmagadoramente, as pessoas estavam em casa", acrescentou.

O governador de Nova York indicou que não há uma razão mostrando o motivo para essas infecções de quem estava isolado. "Achamos que talvez eles estivessem usando transporte público e tomamos precauções especiais no transporte, mas na verdade não, porque essas pessoas estavam literalmente em casa", completou Cuomo.

Boa parte dessas pessoas está com idade superior aos 51 anos, é aposentada e não anda em transporte público.

Segundo a CNBC, os dados da pesquisa conflitam com as garantias anteriores que Cuomo deu afirmando que o isolamento poderia impedir a transmissão entre as pessoas.

"Se você isolar, se tomar as precauções, sua família não será infectada", disse ele em uma coletiva de 13 de abril.

Os Estados Unidos concentram mais de 1,2 milhão de infectados. Somente em Nova York, mais de 25 mil pessoas morreram pelo coronavírus. De acordo com dados da John Hopkins University, mais de 70 mil pessoas estão internadas no estado nova iorquino.

DENGUE - TOPO

Comentários