ALMS - Respeito a vida

Tomate e batata mais baratos ajudam a manter preço da cesta básica estável

Por Dourados News - André Bento em 07/07/2020 às 09:05:24

Tomate foi um dos produtos que ajudou a manter o preço da cesta básica estável em Dourados - Crédito: Hedio Fazan/Dourados News

A queda nos valores cobrados pelo tomate e pela batata ajudou a manter praticamente estável o preço da cesta básica em Dourados no comparativo entre maio e junho. Isso é o que revela pesquisa do curso de Ciências Econômicas da Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Economia da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).

O Projeto de Extensão Índice da Cesta Básica do Município de Dourados apurou que o custo total pelos 13 itens era de R$ 455,09 e teve leve queda para R$ 451,32. Isso aconteceu mesmo com a alta de 12,57% da margarina, de 10,67% da banana, de 6,70% do leite, de 5,54% da farinha de trigo, de 3,05% do café, de 1,39% da carne, e de 0,77% do óleo de soja.

Segundo os pesquisadores, "o que permitiu a estabilidade de preços no mês de junho foram a queda de preços do tomate e da batata, produtos estes que têm um peso importante na composição da Cesta Básica".

De maio a junho, o tomate ficou 15,89% mais barato, a batata 14,61%, o açúcar de 2,08%, o feijão de 1,96%, e o pão francês de 1,70%. "Já o arroz, que nos dois meses anteriores aumentaram muito, fechou sem nenhuma variação no mês de junho", detalha a pesquisa.

Ainda conforme os pesquisadores, mesmo com a estabilidade de preços dos produtos da Cesta Básica no mês de junho, os consumidores douradenses devem fazer suas próprias pesquisas nos diversos supermercados da cidade.

Isso porque a diferença entre os estabelecimentos com maior (R$ 484,51) e menor (R$ 402,64) preços chegou a R$ 81,87.

Além disso, outra sugestão é verificar os levantamentos realizados pelo Procon (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor). "O seu método facilita ainda mais a comparação dos preços praticados por cada estabelecimento ao apresenta-los nominalmente e seus respectivos preços de venda de cada produto exposto", avalia.

DENGUE - TOPO

Comentários