Zé Teixeira destaca emendas coletivas para saúde de Dourados

Zé Teixeira destaca emendas coletivas para saúde de Dourados

O deputado estadual Zé Teixeira (PSDB) destacou nesta segunda-feira (22) a import√Ęncia das emendas coletivas que deputados estão aprovando ao Orçamento Estadual para investimentos na saúde pública em Dourados. "O município est√° mal em diversas frentes, como infraestrutura urbana e manutenção da cidade, mas que saúde é o ponto que causa maior sofrimento à população, sobretudo à classe mais humilde", salientou Zé Teixeira ao analisar as emendas coletivas que j√° estão sendo pagas pelo governo Eduardo Riedel (PSDB).

Uma das emendas no valor de R$ 200 mil foi direcionado à Fundação Municipal de Serviços de Saúde (Funsaud) para ajudar na compra de insumos para o Hospital da Vida e para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). "Essas duas unidades de saúde sofrem com a falta de todo tipo de material, o que dificulta a prestação de um serviço de qualidade aos pacientes assistidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), de forma que nossa emenda ajuda a amenizar esse grave problema", analisou Zé Teixeira.
Uma outra emenda coletiva no valor de R$ 870 mil foi garantida pelos deputados e ser√° repassada à Secretaria Municipal de Saúde para melhorar o atendimento nos postos de saúde de Dourados. "É preocupante saber que um pai ou uma mãe saem de casa antes de amanhecer o dia para levar o filho ao posto de saúde e voltam para casa sem ter recebido o atendimento merecido, de forma que a união dos deputados ao aprovar as emendas coletivas simboliza nosso compromisso com a saúde da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul", completou Zé Teixeira.
O deputado afirmou não entender como um município com orçamento de R$ 1,81 bilhão para 2024, sendo R$ 220 milhões somente para a saúde, consegue prestar um serviço tão ruim nessa √°rea fundamental para a dignidade das pessoas. "Não podem alegar falta de recursos diante de um orçamento tão robusto, ou seja, os problemas da nossa cidade não podem ser atribuídos à falta de dinheiro na Prefeitura de Dourados, mas, sim, falta de gestão na administração pública", finalizou Zé Teixeira.