C.M - Simposio Setembro Amarelo - ok

Paraná e Vasco ficam no empate no jogo dos desesperados

Por Informe News em 02/10/2018 às 07:11:45

Em um duelo de desesperados na Vila Capanema, Paraná Clube e Vasco da Gama ficaram no empate em 1 a 1, que não resolve a vida de nenhum dos dois no Campeonato Brasileiro. O resultado foi um pouco melhor, entretanto, para os visitantes, que com 30 pontos, saíram da zona de rebaixamento, ocupando agora a 16ª colocação. Lanterna, a equipe paranista, com 17 pontos, vai ficando cada vez mais próxima da Série B.

O Tricolor abriu a contagem aos oito minutos da primeira etapa, em um chute de longe de Alex Santana que contou com desvio na zaga vascaína. Aos 49 minutos, cobrando penalidade, Maxi Lopez deixou tudo igual.

Na próxima rodada, o Paraná Clube enfrenta o Fluminense, segunda-feira, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Já o Vasco da Gama terá pela frente o Botafogo, na terça-feira, da 09 de outubro, no Engenhão.

O jogo - A equipe carioca começou a partida com maior posse de bola, optado por trocar passes e esperar pelo momento certo de atacar. Porém, encontrava uma defesa bem fechada. Aos seis minutos, Rafael Galhardo cruzou e, na sobra, Ríos bateu forte e carimbou Charles no meio do caminho. Mas, na resposta, aos oito minutos, Alex Santana pegou sobra de bola, ganhou da zaga e bateu de longe, contando com desvio no caminho para balançar a rede.

Momento raro na competição, o Paraná conseguiu sair na frente no placar e, com isso, tentava administrar a partida, mas era pressionado. Aos 17 minutos, Maxi Lopez fez o cruzamento para Andrés Ríos, que pegou bonito na bola e acertou a defesa paranista. Grande chance para o Tricolor, aos 24 minutos, com Ortigoza pegando rebote, na pequena área, e conseguindo isolar de força inexplicável.

O Vasco apostava nas jogadas pelos lados do campo e cruzamentos, mas não fazia com perfeição. Aos 29 minutos, Ríos subiu dividindo com a defesa e ganhou escanteio. Aos 35 minutos, foi a vez de Ríos deixar a defesa para trás e finalizar pela linha de fundo. O Paraná se segurava como dava. Aos 38 minutos, Rafael Galhardo pegou sobra de bola e bateu à esquerda da meta. Aos 48 minutos, Deivid derrubou Ramon na área e o árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, Maxi López deixou tudo igual.

Para a etapa final, o Vasco voltou com Thiago Galhardo no lugar de Bruno Cosendey. Mais ofensivo, o time carioca apostava na virada fora de casa. Aos cinco minutos, Alex Santana deixou Willian Maranhão para trás e arriscou, por cima da meta. Fominha, Leandro vilela partiu para a jogada individual, aos sete minutos, invadiu a área e bateu cruzado, sem direção.

O Vasco ficou com um a menos depois que Leandro Castán derrubou Ortigoza na entrada da área e foi expulso. Na cobrança da falta, Silvinho mandou por cima do gol. Aos 15 minutos, Alex Santana tentou surpreender com um chute de longe, que desviou em Luiz Gustavo e quase enganou Martín Silva. O time da casa não conseguia aproveitar a vantagem numérica par atacar, mas ficou um pouco mais tranquilo na defesa.

Contra-ataque vascaíno, aos 31 minutos, com Maxi López deixando os adversários para trás e servindo Kelvin, que rapidamente encontrou Giovanni Augusto. O meia arriscou o tiro direto pela linha de fundo. Aos 37 minutos, Charles subiu no meio da área e testou para grande defesa de Martín Silva. Aos 44 minutos, Giovanni Augusto arriscou o chute e um desvio providencial impediu o gol vascaíno no final.

PARANÁ CLUBE 1 x 1 VASCO

Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)
Data: 1º de outubro de 2018, segunda-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Cartões amarelos: Carlos (Paraná)
Cartão vermelho: Leandro Castán (Vasco)

Gols
PARANÁ: Alex Santana, aos 08 minutos do primeiro tempo
VASCO: Maxi López, aos 49 minutos do primeiro tempo

PARANÁ: Richard; Leandro Vilela; Charles, Jesiel e Mansur; Torito Gonzalez (Caio Henrique), Alex Santana, Juninho (Carlos) e Deivid (Rafael Grampola); Silvinho e Ortigoza.
Técnico: Claudinei Oliveira

VASCO: Martín Silva; Rafael Galhardo (Kelvin), Luiz Gustavo, Leandro Castan e Ramon; Willian Maranhão, Bruno Cosendey (Thiago Galhardo), Giovanni Augusto e Yago Pikachu; Andrés Ríos (Oswaldo Henríquez) e Maxi López.
Técnico: Alberto Valentim.

Fonte: Gazeta Esportiva

Anuncie Aqui (728x90) Acima de Policia