Anuncie Aqui - TOPO

Agosto tem "recorde positivo", com menos queimadas em 20 anos

Desde 1998, o ano em que menos houve incêndios no período era 2009 com 349 ocorrências porém, neste ano até está terça-feira (28) foram registrados 268 incêndios

Por Informe News em 29/08/2018 às 08:31:37

Agosto deste ano foi o que menos registrou queimadas florestais em Mato Grosso do Sul em 20 anos, aponta o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Desde 1998, o ano em que menos houve incêndios no período era 2009 com 349 ocorrências. Porém, neste ano até está terça-feira (28) foram registrados 268 incêndios.

Além disso, o número representa que o Estado também ficou bem abaixo da média histórica que é a de 1.709. Conforme o instituto, no mesmo período do ano passado foram registrados 1.159 incêndios no Estado. Já o ano em que mais houve queimadas foi 2005 com 6.141 incêndios.

A redução em 2018 pode estar ligada com as chuvas acima da média no mês deste ano. O período que - mesmo no inverno - costuma ser seco e com muitos ventos, tem registrado chuva desde o dia 1º. O volume segundo a medição dos especialistas já supera em 250% o considerado normal para a época.

Uma das explicações seria a ida e volta de frentes frias, com excesso de umidade e baixa velocidade. Até semana passada, Campo Grande registrou, neste mês, 107,4 mm de chuva, 243% a mais de chuva do que a média histórica. O esperado era 31,4 mm. Em 2017, no mesmo período, o volume de chuva foi de 38,2 mm, com 13 dias de estiagem.

Além da Capital, 12 municípios já superaram a marca histórica: Aquidauana, Bataguassu, Dourados, Itaquiraí, Ivinhema, Jardim, Juti, Maracaju, Nhumirim, Rio Brilhante, Sete Quedas e Três Lagoas.

Fonte: Campo Grande News

Anuncie Aqui (728x90) Acima de Policia