Dourados tem a 2ª maior incidência de Chikungunya; 61,7 casos para cada 100 mil habitantes

Município saiu da liderança no ranking estadual após surto, mas números ainda preocupam

Por Informe News em 03/08/2018 às 08:50:44

A cidade de Dourados, que passou por surto de Chikungunya nos meses de abril e maio e era líder em incidência de casos da doença no Estado, caiu para a segunda colocação, ficando atrás de Juti. Apesar disso, os números ainda preocupam. O município tem 128 notificações e a incidência de 61,7 casos para cada 100 mil habitantes. Os dados são do Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul, divulgados na quarta-feira.

De acordo com a análise, o Estado registrou 480 notificações, tendo como média a incidência de 18 casos para cada 100 mil habitantes. O número já é quase o total de notificações do ano passado quando foram registrados 570 casos. Em MS, a maioria dos pacientes com a doença tem entre 20 e 34 anos. A Secretaria de Saúde do Estado recomenda que a população preste atenção aos sintomas e procure orientação médica.

Já, os sintomas relacionados ao Zika Vírus costumam se manifestar de maneira branda e o paciente pode, inclusive, estar infectado e não apresentar qualquer sintoma (apenas uma em cada quatro pessoas infectadas tem manifestação clínica da doença). Mas um sinal clínico que pode aparecer logo nas primeiras 24 horas, considerado como uma marca da doença é o "rash" cutâneo e o prurido, ou seja, manchas vermelhas na pele que provocam intensa coceira. Há, inclusive, relatos de pacientes que têm dificuldade para dormir por conta da intensidade dessas coceiras.

Ao contrário da dengue e da chikungunya, o quadro de febre causado pelo vírus Zika costuma ser mais baixo e as dores nas articulações mais leves. A doença ainda traz como sintomas a hiperemia conjuntival (irritação que deixa os olhos vermelhos, mas sem secreção e sem coceira), dores musculares, dor de cabeça e dor nas costas.

Bastante raros, os relatos de morte em decorrência de Zika estão, geralmente, relacionados ao agravamento do estado de saúde do paciente, já portador de outras enfermidades.

A confirmação do diagnóstico é feita a partir da análise clínica de amostras de sangue e o tratamento contra a Febre Chikungunya é sintomático, ou seja, analgésicos e antitérmicos são indicados para aliviar os sintomas, sempre sob supervisão médica. Medidas como beber bastante água e guardar repouso também ajudam na recuperação.

Zika

Em relação ao Zika Virus, o estado de Mato grosso do Sul registrou 42 casos e 26 mortes por Influenza.

Fonte: Dourados Agora

Anuncie Aqui (728x90) Acima de Policia