C.M - Simposio Setembro Amarelo - ok

Brasil 2 x 0 México - Neymar joga bem e garante a classificação nas oitavas

Apesar de ter tomado sustos no início da partida, o time de Tite conseguiu igualar usando principalmente o lado esquerdo do ataque

Por Informe News em 03/07/2018 às 06:25:38

Com uma grande atuação de Neymar, o Brasil venceu o México por 2 a 0 e avançou nas oitavas de final da Copa do Mundo. O camisa 10 marcou o primeiro aos cinco minutos do segundo tempo e ainda deu a assistência para Roberto Firmino completar no finalzinho do jogo, aos 43. Apesar de ter tomado sustos no início da partida, o time de Tite conseguiu igualar usando principalmente o lado esquerdo do ataque, de onde saíram os dois gols.

Para a próxima fase a Seleção Brasileira aguarda o vencedor de Bélgica e Japão, que se enfrentam ainda nesta segunda-feira, às 15 horas, em Rostov. O jogo das quartas de final está marcado para sexta-feira, às 15 horas, em Kazan.

PRESSÃO

Em entrevista coletiva o técnico Juan Carlos Osorio adiantou que o México não iria atuar recuado contra o Brasil. Assim que a bola rolou o treinador mostrou que não estava mentindo. Com menos de um minuto Guardado tentou um cruzamento fechado para a pequena área, Alisson cortou e, no rebote, Lozano arriscou rasteiro, mas a marcação conseguiu cortar no meio do campo.

A resposta do Brasil veio com quatro minutos. Neymar recebeu na meia-lua ofensiva e arriscou contra o goleiro Ochoa, que só espalmou para o lado. Dali em diante o México só cresceu na partida. Aos oito, Chicharito ficou frente a frente com o goleiro Alisson, mas o auxiliar assinalou o impedimento. As principais armas do time mexicano eram as pontas, nas costas dos laterais Fagner e Fillipe Luís.

CRESCENDO

O Brasil sentia o ritmo do adversário, principalmente pelo forte calor na cidade de Samara. Por isso o time trocava muitos passes no campo defensivo, sem muita objetividade, tentando acalmar o momento de pressão. Uma nova oportunidade só foi aparece aos 24 minutos, com Neymar. O craque arriscou uma jogava individual pela esquerda, entortou dois na marcação e bateu cruzado contra Ochoa, que conseguiu a defesa.

Depois, com 25, o Brasil rondou a bola em volta da grande área até cair no pés de Neymar, que ajeitou para Coutinho, que vinha de trás, mas o meia pegou mal na bola e mandou por cima da meta. As duas oportunidades brasileiras frearam a pressão mexicana, mas manteve o jogo aberto. Depois, com 32, Coutinho recebeu pela esquerda e deixou com Gabriel Jesus, que cortou a marcação e bateu cruzado, para uma nova defesa de Ochoa.

BOLA NA REDE

A grande oportunidade da seleção brasileira saiu com dois minutos do segundo tempo. Neymar cobrou escanteio curto com Felippe Coutinho, que cortou dois jogadores na marcação e, praticamente frente a frente com Ochoa, mandou forte, mas em cima do goleiro. Mas a pressão do Brasil deu resultado aos cinco minutos. Neymar começou a jogada, costurou por dentro e deixou com Willian. O atacante fintou para esquerda e cruzou rasteiro para o camisa 10, que de carrinho mandou para o fundo das redes.

O gol no início da segunda etapa deu tranquilidade para o Brasil, que passou a atuar principalmente na velocidade pelas pontas. Com 13 minutos a seleção já poderia ter ampliado o resultado. Fagner fez boa jogada pela direita e deixou com Paulinho, que bateu muito forte, mas Ochoa mais uma vez conseguiu espalmar. Depois, com 17, Willian driblou o marcador e bateu cruzado, para uma nova defesa do goleiro mexicano.

CONTROLANDO

Com liberdade dentro da grande área, Neymar recebeu de Willian praticante na marca do pênalti, aos 23 minutos, e bateu rasteiro, já caindo, tirando tinta da trave mexicana. Pressionando, o Brasil criou outras oportunidades de ampliar o resultado, mas não conseguia acertar o ultimo passe para vazar Ochoa. Do outro lado, o México também não chegou a assustar o goleiro Alisson, mas passou a trabalhar em volta do gol brasileiro.

A vitória da seleção brasileira saiu do banco de reservas, sob o comando do técnico Tite. Aos 43 minutos, Fernandinho, que entrou no lugar de Paulinho, arrancou pela esquerda e serviu Neymar, que tomou a frente da marcação, chegou frente a frente com Ochoa e deu com biquinho da chuteira para Roberto Firmino, que entrou no lugar de Philippe Coutinho e apenas escorou para o fundo das redes.


Fonte: Futebol Interior

Anuncie Aqui (728x90) Acima de Policia