Geraldo diz que sai candidato a senador da Grande Dourados "se convocado"

Por Informe News em 29/12/2017 às 08:00:30

O deputado federal Geraldo Resende (PSDB) afirmou sábado (23), durante entrevista ao jornalístico "A Hora da Verdade", transmitido ao vivo pela Rádio Grande FM de Dourados, que poderá aceitar o desafio de ser candidato a senador caso seja convocado pelo seu partido, o PSDB, e pelo líder maior da agremiação no Estado, o governador Reinaldo Azambuja. Na ocasião, Geraldo afirmou que esse é um pleito que está "maduro", porém que precisa ser abraçado por toda a sociedade.

Questionado pelo jornalista Osvaldo Duarte, o parlamentar salientou que vem trabalhando pela sua reeleição, mas que não descarta a possibilidade de abraçar um novo projeto para tornar realidade o antigo sonho dos municípios do entorno de Dourados em terem, novamente, um representante no Senado. Disse ainda que em suas viagens pelos Municípios da Região, sua base eleitoral cresceu bastante em comparação com as eleições de 2014.

"O cavalo está passando encilhado para a gente construir uma candidatura da nossa cidade, que represente não só a Região da Grande Dourados, mas também o Cone Sul e a Fronteira. O último senador que tivemos na região foi Rachid Saldanha Dérzi e isso já faz mais de duas décadas", salientou. "Desta vez, serão duas vagas e Dourados precisa estar na majoritária", completou.

A respeito de sua pré-candidatura à reeleição, Geraldo Resende diz que as pesquisas para consumo interno têm lhe colocado numa posição privilegiada. Afirma que seu nome também é citado espontaneamente para uma eventual candidatura ao Senado, com boa colocação nessas sondagens. Segundo ele, diversos prefeitos e vereadores da região vêm manifestando apoio tanto a seu projeto de reeleição quanto, na eventualidade de ser candidato, numa disputa ao Senado.

"Como deputado federal estou sendo bem avaliado em todo o Estado. Para senador, fui citado espontaneamente. Vou conversar com o governador e me colocar, mais uma vez, à disposição do partido, porque sou um soldado do PSDB e abraçarei o projeto que for melhor para a legenda", ressaltou. "Se o governador e o PSDB tiverem disposição de lançar um nome pelo partido, não me furtarei em estar presente, desde que se possa criar as condições para uma campanha vitoriosa", reiterou Geraldo durante a entrevista.

Em conversas reservadas, Geraldo Resende também afirma sua disposição em atender a um eventual chamado de seu partido e do governador Reinaldo Azambuja. "Não me furto a participar deste projeto. Mas a minha dedicação agora é construir o processo da renovação de meu mandato de deputado federal em 2018", tem salientado.

Nessas interlocuções, o parlamentar avalia que há um anseio antigo na população da Grande Dourados, Cone-Sul e Fronteira, em terem um representante na Câmara Alta. "Tenho sido claro que se o precisar de alguém para construir uma candidatura ao Senado, até pelo sentimento que eu vejo florescer, e se me garantirem o apoio, eu não me furtarei em participar desse processo", conclui.

Fonte: Dourados Agora

Anuncie Aqui (728x90) Acima de Policia